Fluoxetina Emagrece

Fluoxetina é o remédio da moda quando o assunto é emagrecer, mas será que ele funciona?

A fluoxetina cada vez mais chama a atenção das pessoas que procuram por um emagrecimento rápido, por de fato ajudar a emagrecer. Contudo, é preciso considerar que o medicamento na verdade serve para o tratamento de depressão e ansiedade excessiva e que o emagrecimento é apenas uma consequência de seu uso, e nem sempre funciona com todas as pessoas.


Outro fato que deve ser mencionado é que a fluoxetina é um remédio com prescrição médica, assim como outros remédios que já comentamos aqui no site como a Sibutramina (aqui) e o Orlistate (aqui), os quais não devem ser usado por qualquer pessoa. Há efeitos colaterais que podem ser desencadeados pelo consumo ser orientação.

Controle da Ansiedade

A fluoxetina não atua no controle da fome. Controla apenas a ansiedade que pode levar a pessoa a comer. No entanto, não é um medicamento para o fim de emagrecimento, ok?

Há outros medicamentos mais fracos que ajudam no controle da ansiedade em relação à alimentação. A ansiedade descontrola os hormônios, causando acúmulo de gordura localizada, principalmente a abdominal, desencadeia situações de estresse e aumenta os níveis de cortisol. A pessoa se sente cansada e fadigada, além de muito culpada por ter ingerido demais. A fluoxetina pode sim melhorar este quadro, mas pode também causar dependência. Quem vai determinar a necessidade ou não de fluoxetina é o médico. Jamais consuma um medicamento sem antes consultá-lo.

A fluoxetina emagrece de verdade, mas sua ação é indireta e não vale a pena consumir um medicamento como este, sem a garantia de êxito, colocando a saúde em risco, dados os efeitos colaterais.

Para que serve a Fluoxetina

A fluoxetina é empregada no tratamento de casos de depressão, bulimia nervosa e do transtorno obsessivo compulsivo. Ela atua na recaptação da serotonina, uma substância importante no controle do humor e na sensação de bem-estar, e a pessoa passa a se sentir mais satisfeita com a sua própria imagem e menos ansiosa. Contudo, é um remédio controlado e possui efeitos colaterais.

Efeitos Colaterais

Estes são alguns efeitos colaterais da fluoxetina:

  • zumbido e problemas de audição;
  • reações alérgicas diversas;
  • boca seca;
  • aumento da produção de leite materno;
  • confusão mental;
  • terror noturno;
  • falta de libido – tanto para homens quanto para mulheres;
  • apatia;
  • sangramento vaginal fora do período menstrual;
  • sonolência;
  • dependência;
  • fadiga;
  • inibe o apetite;
  • tontura;
  • visão turva;
  • tremores;
  • sudorese;
  • irritabilidade;
  • enjoo;
  • diarreia.

Contraindicações

De acordo com a bula do medicamento, há contraindicações ao uso, tais como:

  • Pessoas alérgicas à fluoxetina ou a qualquer um dos seus componentes;
  • Que estão a utilizar inibidores da monoaminoxidase;
  • Grávidas ou em período de amamentação (neste caso, o uso de fluoxetina pode ser considerado, caso os seus benefícios assim o justificarem, sempre com a indicação do seu médico);
  • Menores de 18 anos de idade.

Como Emagrecer

Na maioria das vezes, as pessoas buscam a fluoxetina como uma forma de fuga, uma forma de emagrecimento rápido. Saiba que a fluoxetina não faz milagres e nem funciona no emagrecimento de qualquer pessoa. Ela não foi elaborada para este fim.

Se você quer mesmo emagrecer, terá que sair da zona de conforto. É preciso passar a se alimentar melhor e a realizar um programa diário de exercícios. A dieta deve ser composta por alimentos de baixas calorias e alimentos fibrosos e ricos em proteínas magras. O consumo de água deve ser regrado e composto por pelo menos 3 litros diários.

Os exercícios devem ser compostos por aeróbicos e localizados de musculação e devem ter um intervalo de um dia para o outro. A variação de exercícios na semana também é muito importante.

A ansiedade, alvo da fluoxetina, também pode ser tratada com meditação, yoga e noites bem dormidas, com 8 horas interruptas. Cigarro e bebidas alcoólicas são prejudiciais para a ansiedade e, consequentemente, para o emagrecimento.

Ter uma boa relação consigo mesmo e com as pessoas também ajuda a controlar os níveis de estresse. É preciso colocar limites em suas relações mais complicadas e colocar limites nas suas próprias exigências consigo mesmo.

Tenha em mente que emagrecer rapidamente e de forma saudável é algo inatingível. A melhor forma de emagrecer é melhorando os seus hábitos de vida – a alimentação, o combate ao sedentarismo e o modo como se relaciona com o seu próprio corpo.

“Image courtesy of nixxphotography / FreeDigitalPhotos.net”

Muito mais para você!